sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Das noites frequentadas..

Acho que a época em que eu realmente comecei a frequentar baladas foi aos quinze anos. RG falso, claro. Os comentários do pós-balada eram - visto de hoje - sempre os mesmos, de como a balada foi foda e como foi bom fazer isso ou aquilo. Mas eu estava na verdade me esvaziando cada vez mais. Me lembro que numa noite daquelas, eu - na época com 17 anos - fiquei com um homem de 41, me insinuei, fui atrás, perguntei a idade, e beijei. Nunca soube seu nome. Na verdade, nunca cheguei a ver direito o seu rosto. O ambiente nunca muda, os corpos bonitos são os mesmos, os corpos feios também. O papo é o mesmo, aquela porra daquelas gírias são as mesmas. Bebidas alcoólicas descendo pela minha garganta, drogas pelo meu nariz, boca, sangue. Meu sexo devorado numa cabine de banheiro, e eu descendo para o último patamar. Porra.
Aquele ambiente de alegria - ou será que era somente eu, que, no fundo, não gostava? - tomado por homens, mulheres, jovens e 'velhos'. Um bando de filho da puta.
Eu via os caras que eu queria com outros enquanto eu bebia sozinho no bar, ou me drogava no banheiro torcendo para que todo esse consumo me matasse. Dançava ridiculamente pelas luzes, fingindo que, de repente, eu já não estivesse mais ali, e que alguém me levava pra casa. Eu era dono de uma lesão cerebral psicológica provocada pelo excessivo uso de drogas e bebidas ao longo daqueles dias, daquelas estações e daquelas músicas. Acho que eu queria que alguém me parasse, que alguém realmente se importasse. De qualquer forma, minha alma já deve estar quebrada demais para ser concertada.

21 comentários:

Rosangela A. Santos disse...

Eu acretido que nunca é tarde pra nada .. quando se realmente quer .. nunca é tarde .. mudanças de atitude ... opiniões.. pensamentos .. é sempre muito dificil .. mas não impossivel .. quando se quer realmmente ..

se o seu calo está doendo troque os sapatos ..

Bjs ..

Internet Tecnologica disse...

Nossa c vc quer nada é impossivel principalmente mudançãs pessoais tudo depende de vc...

Marcelo lima

http://internettecnologica.blogspot.com

Rosangela A. Santos disse...

Não chega uma hora que tudo cansa.. parece sem graça??

Baladas, bebidas, ficar e ficar ..

Chega uma hora que se quer o novo .. e um novo "normal" .. pois as "loucuras" que muitas vezes achamos ser diversão .. vai nos destruindo .. por dentro e por fora .. ficamos cansados, machucados.. e só pensamos em paz .. e colocar um pouco de "remédio" para amenizar ...

Entendeu oq eu quiz dizer né?? rsrsr

Bjs ..

Thiago disse...

Reflexos, apenas reflexos.

Edu França disse...

A decadência é atraente e perigosa!

Airton disse...

e cara chega a hr q perde a graça msm....hehe

Gúh! disse...

que vida hein, colega...

desse jeito, tu vai parar aonde ???

marceloclash disse...

Não existe nada impossível, impossível é ser nada. Gostei do texto.

http://papodomarcelo.blogspot.com/

Carlos Eduardo disse...

Onde eu vou parar?

Não sei, mas uma hora ou outra para, seja por bem ou mal.

Homenzinho de Barba Mal feita disse...

É foda essa situação, estar em lugar que aparenta ser seu abtat natural, mas mesmo assim voê não encontra lugra para ficar, não se sente a vontade...
Mas é aquela velha história, se não gosta mais dessa ou daquela situação, o jeito é mudar...


http://hdebarbamalfeita.blogspot.com/

LADY DARK ANGEL disse...

hunm
vc ainda se droga?????

andre luis leite disse...

tche, eu queria fazer peças de teatro com teus textos. Teu mundo nao é muito diferente do meu embora eu nao seja gay. acho que tens talento de sobra para chocar.acho que as pessoas de um modo geral gostariam de ver representado teu trabalho e tuas ideias e a vida. talvez assimilassem melhor.
um abraço tche e tudo de bom!!!

Bruna disse...

todo mundo poder mudar.vc tbm!

Carlos Eduardo disse...

Bruna:
So faltou você me falar: 'Jesus te ama'



¬¬

Papagaio [BFR] disse...

Rapá... No seculo XXI isso aumenta a cada dia que passa... É lamentavel, as vezes a pessoa acorda tarde e outras vão vivendo por viver...

Tessa disse...

praticamente um conde de rochester...
pessoas que vivem no limite me fascinam...
te linkei nos meus favoritos

bjs

Laaaau =) disse...

Eu ,HOJE, estou nessa fase
vendo muitos corpos bonitos em boates e pegando garotões, rs

André disse...

sabe que sou engatado no teu trabalho. mais um elogio. parabens
talvez por ter passado por situaçoes muito píores. fui..

Horácio Leal disse...

Puta que pariu!!! Cara vc tem muita atitude naquilo que escreve, esse é realmente o primeiro Blog que vale a pena ser acompanhado, não estou aqui para defender ou te apontar, dizer se o que o que vc faz é bom ou ruim, estou aqui como leitor e apreciador do bom gosto, o assunto SEXO nunca cai de moda aliado à intimidade de alguem é mais interessante.

Parabéns pelo Blog, ele vai aparecer na minha lista de preferidos, continue postando com qualidade e me visite quando puder...

http://sensitivereaction.blogspot.com/

Um Outro Olhar disse...

Parabéns, espero Ansioso pra ver o fim dessa historia!

greatdj disse...

Tudo tem um jeito, menos a morte.
Pelo menos é o que sempre ouço.
Das suas noites frequentadas eu não sei, mas das minhas não havia essas coisas.
Quer dizer, só as ilusões e o bar.