segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Da minha temporada nos motéis..


Foram três meses frequentando motel. Diversos quartos, formas, camas, lençóis. Sexo no sofá, na cama, no chuveiro, no chão, na mesa. O que eu realmente me arrependo é de não ter - em nenhum momento - cheirado cocaína antes de trepar com ele. Hábitos meus que ele reprovava. Mas fiz, certamente, bom uso do meu humor alcoólico. Começamos a nos relacionar dois meses antes de eu fazer dezoito anos. Eu dezessete, ele vinte e sete. É incrível o poder que uma carne jovem tem, não?!
Ele sempre me tratou muito bem, me desafiava em jogos mentais pelos bares que percorríamos durante a noite. E terminava a madrugada percorrendo o meu corpo, dentro do meu corpo, através do meu corpo.
Espelhos no teto, na parede refletiam as nossas formas se encontrando, entrando um no outro, se atravessando. As vezes ainda sinto o cheiro daquele maldito perfuma barato que ele usava.
Enfim, em uma certa ocasião eu comecei a gostar dele, e fui homem para assumir e falar isso para ele. Todavia, a verdadeira não era recíproca, e como ele mesmo me disse, ele só queria sexo. Minhas atitudes destrutivas fazem com que eu queira me acabar - bebo, uso drogas, entrego meu corpo a desconhecidos, enterro minha alma. Dormi naquela noite mastigando a idéia de que era somente sexo. Me permiti viver isso e trepei como um animal no cio. Para quem não sabe - I'm straight up BDS&M, babe. Ele era forte, malhava, tinha braços e costas enormes, embora não era somente isso que fosse grande no seu corpo.
Fazíamos todas as posições, molhávamos a cama com suor, saliva e gozo. Éramos dois animais brigando. Um dia ele começou a gostar de mim, e um dia eu cansei. Não tinha mais prazer naquele beijo, naqueles braços. Não queria mais aquele cheiro, me cansei do gosto do seu pau. Já tirei tudo o que podia tirar dele, e mesmo ainda estando ao meu alcance, prefiro que ele vá.

31 comentários:

Tiago Campos disse...

"Mesmo ele estando ao meu alcance, prefiro que ele vá"... perfeito isso, nos mostra té uma certa liberdade de supostamente queremos algo de verdade... mas é apenas uma suposição.. quanto às cores do meu post, é algo meio simbólico, não tem a ver com virada do ano, mas enfim... fiquei sumido um tempo, voltarei mais vezes...

Carolinna disse...

LINDO, adorei o texto, profundo, sincero, muito bom, tá de PARABÉNS ! Tem classe.

Bjs.

Felipe disse...

Interessante. Você escreve com uma intensidade unica!

http://centralldamusica.blogspot.com
Buscando parcerias...

Karla Hack disse...

Esta sensação de poder ter mas não querer... Parece que estou bem assim com alguém...
Cansei.
Gosto muito da forma como vc escreve.. tem aquela intensidade do vivido!

;D

bjus

Dtescom.blogspot.com disse...

gostei do texto,Bem profundo...
parabens.

Paulão Fardadão Cheio de Bala disse...

Ah, vc é covardão e só.

RodrigO [OsBunitãO] disse...

Cara... Mandou bem mesmo, muito intenso e detalhista...
Show de bola!

Esconderijo disse...

Quanta intensidade. Seu texto parece que sairá da tela de tão forte.

Vlw>

Carlos Eduardo disse...

Acham mesmo?
Mas eu sou um coverdão e só?

Não é mesmo Paulão Fardadão Cheio de bala?


kkkkkkkkkkkkkkkkkk

30 e poucos anos. disse...

Vc coloca muita intensidade nas palavras ... muito bom

Wander Veroni disse...

Nossa, um blog erótico com textos realmente bons! Isso é raro de se ver. Parabéns pela qualidade dos contos. Isso dá um livro, com certeza!

Abraço,

=]

-------------------
http://cafecomnoticias.blogspot.com

Inho disse...

concordo com o Wander cara
essas histórias resultaria em um livro

Blog do Inho

Daniel A. S. disse...

Gostei do texto, e esse tipo de historia deve acontecer mesmo pois são coisas da vida, principalmente da juventude...

Um abraço!

http://daniel.a.s.zip.net

Ellen Regina - facetasdemim disse...

esse é o ser humano, nunca sabe o que quer, srsrs.

. lú disse...

auhsdhsauhdusahduhsaudhsadsa que foda. Minha mãe não ia gostar que eu lesse esse tipo de sexto mas como todo filho normal que se preze, li e confesso que estou com medo :)

L ! disse...

Gostei da 'entrega', nas palavras!

[ Belíssimo! ]

^^"

Rosangela A. Santos disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
fogo disse...

indo


http://fogodeletras.blogspot.com/


sem calote

Bruno D'Ugo disse...

I'M SO SORRY.
Eu quando vi o comentário, vi apenas o comentário e não vi o texto, antes de falar qualquer coisa. Fui um bandido ao te chingar, e peço desculpas novamente pois hoje o dia está difícil, como viu no fotolog, porém mesmo assim isso não me dá direitos a gladiar contigo. Eu realmente fui cruel, e o pior é que sei que fui curel com a pessoa errada, pois você sempre foi muito gentil e amoroso comigo.Mais uma vez peço desculpas por ter sido sim, EU, o idiota. A princípio lendo apenas o comentário, nem quis saber do texto.
AI NÃO NEI ONDE ENFIAR A CARA!

O amor e etc. disse...

Droga, droga. suas historias make me horney. Então, você escreve de um forma que me deixa fascinado, preso ao seu texto e quase que entro na história. Como eu já disse uma vez, acho que elas me deixam fascinados porque é algo que eu gostaria de fazer, mas nunca me permeti, e acho que não vou me permitir nunca. Trnho apenas 17 anos, mas já sinto o peso do mundo em minhas costas. Eu já tiha lido seu texto anteriores falando sobre a pedófilia.

toncomn disse...

ainda não tive a chance de cansar de nínguém; pq nunca tive ngm :S

ótimo texto ok?

TransGreSSivaS disse...

oney
to sem tmepoa gorta
mas prometo que volto!
bjusss

Leite Moça disse...

nossa, só depois de terminar de ler os dois últimos posts é que eu percebi que tinha prendido a respiração. conheço alguns garotos que gostam de garotos, mas nenhum tão corajoso pra falar a verdade sem firulas e sem meios-sorrisos.

ótimo blog
abraço
boa semana

gustavo disse...

LOL, na hora que eu li fiquei pensando "oras, mas que diabos eu fiz pra ele que veio me xingar?" Até perguntei pro Bruno se você me conhecia. Eu já tinha visto teu blog e comments no blog dele. Aí depois li novamente e entendi o certo porém já era 'meio tarde', de qualquer forma me desculpe pela má interpretação, mania de ler rápido! Ah e não posso deixar de dizer que é muito bom o que posta por aqui! ;) hugs n sorry once again!

Jordânia disse...

Gostei muito. Objetivo e claro nas palavras, a gente percebe que são experiÊncias 'sentidas' mesmo..

Parabéns. ;*

Pedro A. disse...

UAU!!

Antonio Cipriano disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Antonio Cipriano disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Antonio disse...

Uma das grandes fontes de inspiração para á criação do meu blog! Textos daqui são bem diretos, uma linguagem muito pesada(é isso que o leitor de hoje quer) e histórias que prendem o leitor ao texto.
Parabéns mesmo! Espero á visita de vocês em meu blog também, espero que gostem dos meus textos, e aguardo comentários de vocês também.
Abraços á todos!

Joanna Carla disse...

Seus textos são ótimos... não consigo parar de ler!!!

Parabéns! Você sabe como poucos passar as emoções através das palavras, descrevendo os detalhes! Vou voltar sempre aqui pra ler tudo!

Um Outro Olhar disse...

Cara seus textos são perfeiitos, melancóliicos e depressivos ..

Sabe ao ler ele, vejo meu futuro refletiido .. não quero isso pra mim.

Acho que posso eviitar de chegar onde vc chegou!
Parabéns!