quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Da virgindade perdida..

Na época em que isso aconteceu eu certamente sabia que não me sentia preparado para nada daquilo, mas mesmo assim eu sabia que eventualmente algo aconteceria, portanto, por que estender se eu podia simplesmente abrir as pernas e acabar com tudo isso?
Eu tinha treze anos, quase quatorze - ou na verdade eu já tinha quatorze, não me lembro! Ele tinha 23 anos e eu o havia conhecido a pouco mais de um mês através da Internet - pois é. Não consigo ficar muito tempo na Internet sem ver conteúdo pornográfico, e é melhor se tem alguém pra te falar palavras sujas, pra te lamber o sexo e perturbar a imaginação. Decidi me encontrar com ele perto de casa mesmo. Como disse eu era virgem e não tinha ficado com muitos garotos, estava um pouco assustado mas não demonstrava, ele não podia perceber minha insegurança, meu medo. Nos cantos escuros por onde passamos ele me pedia pra levantar a camiseta, queria ver meu corpo, queria me tocar - o que me lembrou um vampiro sedento por sangue, apreciando sua refeição para próprio deleite. O saldo daquele dia foi um lábio cortado, minha língua machucada pela sua voracidade, e uma boa chupada.
Nos encontrávamos todos os finais de semana e mesmo ele me falando dos outros meninos que pegava e me descrevendo o que faziam.. eu tinha uma necessidade de ficar ao lado dele. Ele foi minha doença favorita, e eu não queria me curar. O jeito como ele me colocava pra baixo e ao mesmo tempo me enaltecia me hipnotizava.
O sexo só foi acontecer um mês depois, dois talvez. Foi tudo muito simples e por isso não vou escrever muito. Coloquei ele dentro da minha casa quando meus pais saíram. Sentado na minha cama ele abaixou minha calça, me chupou.. tocou minhas pernas e entre minhas pernas. Me beijava, me acariciava.. Não lembro se ele me fez chupá-lo aquela noite, mas lembro de ele jogar seu corpo contra o meu, de entrar em mim. Não senti dor, mas também não senti prazer.. fiz aquilo pra ter certeza de que voltasse na semana que vem. O que se sucedeu nos outros meses foram uma série de marcas de mordidas e carne violentada. Enfim, minha verdadeira virgindade eu havia perdido bem antes daquela noite. Não sei se entenderão.

25 comentários:

RodrigO [OsBunitãO] disse...

Muito da hora!
Essa é a história de muitas minas por aí, creio que muita gente vai se identificar quando ler esse texto!
Parabens mesmo!

RodrigO [OsBunitãO] disse...

Verdade!
Raciocinei somente pelo lado da mina que conta a história! Não tinha pensado pelo outro lado!

toncomn disse...

realmente esse não o tipo de experiencia que eu quero ter, por isso não fiz nada até agora, mais voce colocou tudo de uma forma bem interessante...

Danilo Cruz disse...

Muito, como todos os outros textos que li. A imagem é bem interessante.

30 e poucos anos. disse...

É a experiencia da primeira vez ... marcas psicologicas e lembranças amargas.

Kacau disse...

já tinha perdido a inocência a muito tempo, o sexo consumado foi apenas um ato, pelo menos foi isso que entendi, que pena...

http://messnatural.blogspot.com/

Barbie Wire Band disse...

Vc é um ótimo escritor :)

Bjsssssssssss!!!!

Rosangela A. Santos disse...

Fiquei pensando .. putz que cara ..fdp.. vc era uma criança...

Mas era uma coisa que vc queria .. se não fosse dessa forma seria de outra e talvez pior .. a 1ª vez não é boa ... não há sentimento de prazer .. dor ou sei lá oq .. fica na cabeça .. agora eu sou diferente eu mudei .. e no fundo ficamos uma a esperiencia ,, mascontiniamos a ser o mesmo .. é doidera.. rsrsrs

Bjs ..

Popoka disse...

Vixe nun devia ta aki teno 15 anos XD,
mas foi uma leitura bem educativa =D
kpspkskps... Vou refletir bem XD

Aline disse...

Toda a primeira vez marca mesmo...

Vc escreve muito bem !

Beijos !

Carlos Eduardo disse...

Aline,
eu poderia ter dormido sem o seu comentário.



¬¬

TransGreSSivaS disse...

temos umas coisinhas em comum sim!

auhaahuh adoroooo
beijos

Janaína Moraes disse...

Rapaz...
Adoro vir aqui ler seus textos...
Um dia vou te fazer uma proposta.
Mas calma, nada de mais.

Passa no Estórias...

http://estoriasmediocres.blogspot.com

Walter Miquelanti Junior disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
' נємίммα мєиdσиçα ' disse...

Eu num tenho lembrala amarga da minha primeira vez! Foi até bom ...
Todo mundo comenta q a primeira foi uma desgraça e tal, a minha nãO foi perfeita! [PENA QUE NÃO TÔ MAIS COM O CARA] ...
Ele era 3 anos mais velho soh, eu tinha 15 e ele 19 anos! Sua experiência ... gosto de ler sobre essas coisas, ao contrário de você, gostei do seu blog! Posso Te linkar ???

disse...

Bom texto... escreve bem.
Continue nesse meio
Abços

Anônimo disse...

Forte pacas!

Evelyn disse...

Blog de muita atitude!
Gostei! =)
Beijo!

Rosangela A. Santos disse...

Já comentei nesse post e nos d+ ..s rsrs

Bjs .. tenha uma ótima semana!!

Ellen Regina - facetasdemim disse...

Muito interessante o modo como vc descreve, principalmente quando diz q só fez para que ele voltasse novamente. Muitas meninas fazem o mesmo, acham que é 'dando' q se recebe amor. E aí, aos 28 anos acabam descobrindo q para os homens amor e sexo não necessariamente se misturam. No final perdem um e outro.

Carlos disse...

Nossa, vc escreve muito bem mesmo, prendeu minha atenção, num é o meu tipo de texto que eu curto mas me fascinou.

Abraços

Juliana Valério disse...

escreve bem mesmo,a historia foi evoluindo e me fazendo qrer chegar até o final pra ver no que dava..muito boa,você escreve muito bem.


http://juliana-valerio.blogspot.com/

Blog do Camelo disse...

Gostei ai do texto, é você quem escreve todas as histórias...?? Legal o teu blog, passa no meu qdo quiser ...abração

greatdj disse...

Não sou a melhor pessoa para comentar sobre a perda da sua virgindade.
Mas acho que se você estiver feliz com a vida que leva, quem sou eu para dar pitacos.
Nem te conheço!

Kawan disse...

Esta sua historia, parece muito com a minha, a minha foi da msm forma!
Histórias muitos boas, parabéns pelo ótimo blog !